Quase 13 mil candidatos disputam vagas do concurso da PM neste domingo (23)

As provas objetiva e de redação do Concurso Público para provimento de vagas do quadro de Praças da Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte serão aplicadas neste domingo (23) nas cidades de Natal, Mossoró e Caicó/RN, conforme escolha do candidato no momento da inscrição. O concurso que prevê o provimento de 1.000 vagas para o quadro de praças da Polícia Militar do Rio Grande do Norte registrou um total de 12.841 pessoas inscritas, segundo o Governo do Estado.

Do total de inscritos, 9.404 são do sexo masculino (73%) e 3.437 são candidatas do sexo feminino (27%). Das 1.000 vagas previstas no concurso, 938 serão para homens e 62 para mulheres.  O número de novos candidatos ao concurso da PM é menos da metade do primeiro edital aberto em janeiro deste ano, que chegou a ter 30 mil inscritos, mas foi anulado após  contestações jurídicas. A queda brusca de candidatos pode estar relacionada às mudanças para o ingresso na PM: desde abril, a entrada na corporação só é permitida àqueles que possuem diploma de ensino superior.

No domingo, os portões serão abertos às 7h30 e o fechamento será às 8h30, considerando o horário do Estado do Rio Grande do Norte. Os candidatos deverão acessar e imprimir o Comunicado Oficial de Convocação para Prova (COCP), constando data, horário e local de realização, disponível no site.

O candidato deverá comparecer ao local de realização da prova portando COCP e documento oficial e original de identificação, com antecedência mínima de 1 (uma) hora do horário estabelecido para o fechamento dos portões; levar caneta esferográfica de tinta azul ou preta, fabricada em material transparente.

O concurso, regido pelo Edital Nº 003/2018 – SEARH/PMRN, destina 938 (novecentas e trinta e oito) vagas ao sexo masculino e 62 (sessenta e duas) ao sexo feminino. O exame terá questões de Língua Portuguesa, Geografia do Brasil e  do Rio Grande do Norte, noções de Direito Constitucional, Direito Penal Militar, Direito Penal, Legislação Extravagante, Informática e legislação específica da Polícia Militar.

As demais etapas, que serão divulgadas apenas após os processos iniciais, contam com  exame de saúde; teste de aptidão física (TAF); avaliação psicológica; investigação social e avaliação de títulos. Após essas fases, os postulantes à PM ainda precisarão passar por um curso de formação, com duração de oito a dez meses. Entre as disciplinas, os novos oficiais passarão por aprendizado de testes de abordagem, formação militar, prática de tiro, ordem unida, entre outras matérias para se tornarem aptos a irem às ruas.

Compartilhar