Mais de 27 mil candidatos devem fazer concurso da Polícia Civil

A comissão do concurso da Polícia Civil junto com a Fundação Carlos Augusto Bittencourt (Funcab) discutiu o esquema de segurança que será usado nas provas para os cargos de investigador, escrivão e papiloscopista. A prova será realizada no próximo domingo (11), nas cidades de Belém, Marabá, Santarém e Altamira. Mais de 27 mil pessoas deverão participar.

“Reforçamos nossa articulação com as polícias Civil e Militar e a Funcab para garantir o bom andamento do concurso, agindo de forma rápida e integrada”, comentou.

Serão 57 locais de provas, distribuídos em 25 unidades de ensino em Belém; 23 em Marabá; sete em Santarém; e duas em Altamira. O cargo mais concorrido é de investigador, com 18.197 inscritos; seguido de escrivão, com 7.706 candidatos; e papiloscopista, com 1.748 concorrentes.

Quem concorre as vagas para delegado, que teve 14.508 inscritos, fará a prova no próximo dia 25. No total o concurso inscreveu 42.159 candidatos. O certame oferta 650 vagas, das quais 150 são para o cargo de delegado, 300 para investigador, 180 para escrivão e 20 para papiloscopista.

Para o Delegado Geral da Polícia Civil, Rilmar Firmino, o concurso vai transcorrer dentro da normalidade. “Como temos feito em todos os concursos promovidos pelo Governo do Estado, vamos estar em alerta com a área de Inteligência, atuando em todos os locais de provas, para inibir qualquer ação, inclusive com o rastreamento de telefones, que auxiliará no combate ao uso indevido de equipamentos eletrônicos, impedindo até mesmo que os candidatos os levem para os locais de provas”, afirmou.

Segundo Silvio Lutz, coordenador de projetos e concursos da Funcab procedimentos de seguração serão adotados. “Vamos adotar aqui os mesmos procedimentos: detectores de metais, exame grafotécnico, coleta de impressões digitais e acautelamento de armas em cada um dos locais de prova. Além disso, vamos trabalhar com cerca de quatro mil pessoas, entre coordenadores, assessores, fiscais, médicos, advogados e motoristas, que passarão por treinamento. Tudo com empenho, dedicação e profissionalismo”, assegurou.

Apostilas para o concurso da PM-BA
Compartilhar